sexta-feira, 12 de setembro de 2008

O que é o Sucesso?

O que eu acho é que vocês precisam entender muito bem o que é o sucesso antes de poderem conquistá-lo. Foi isso que aconteceu comigo: antes de poder ter sucesso, primeiro tive de entender o que isso era. Uma vez que vocês entenderem, poderão encaminhar-se nessa direcção. Aí esta a diferença entre quem tem sucesso e quem não tem. Então, uma das coisas que precisam de fazer, como nós fizemos, é estudar essa coisa chamada sucesso porque de outra maneira nunca o atingirão. Não é como andar por aí a passear e quando se apercebem, estão a colocar uma bandeira no topo de uma montanha. Não, isso não funciona assim. O sucesso é uma coisa difícil, algo que acontece a longo prazo e por isso é preciso ter bem claro em que direcção vocês caminham. 

Não sei se já leram aquele livro chamado “O Rinoceronte” que diz que o sucesso é como um animal que está no meio da selva e que conseguem sentir, ouvir, cheirar e estão quase a ver, mas no último segundo ele foge. Vocês sabem que ele anda por aí, contudo se vocês nunca o viram, se não sabem como ele é, qual a sua aparência, nunca o vão achar. O mesmo acontece com o sucesso. 

Eu produzi esta informação em 21 de Abril de 1991. Naquele tempo o meu rendimento estava como uma bola de básquete: subia e descia. E isso estava a acontecer com toda a gente que trabalhava na Herbalife e se vocês não tomam o controlo desde o princípio, isso vai acontecer com vocês também até que vocês saibam exactamente o que tem de fazer e comecem a corrigir o que tem de ser corrigido. Têm de corrigir especialmente o que está dentro de vocês pois não vai corrigir o que está fora sem ter corrigido o que está dentro. 

A maioria das pessoas procura a origem dos problemas lá fora; no governo, no país, na crise, nos familiares, ou talvez em Deus que não quer que tenham sucesso. E perguntam vocês: Porque será que não tenho sucesso? E continuam à procura de uma resposta fora. Mas o problema não é externo! Não está lá fora! Há uma frase que poderão recordar que diz assim: 

“Se as coisas vão mal fora... então alguma coisa está errada dentro”. 

Não procurem a causa fora... provavelmente a causa está mais perto do que imaginam. E a menos que corrijam dentro, não vão conseguir corrigir fora. Este conceito parece óbvio, mas as pessoas querem primeiro tentar mudar o de fora para que depois mude o de dentro mas o plano não funciona dessa forma. Primeiro é preciso mudar o que está dentro. Por isso eu chamei este programa: “Mentalidade” e chamei-o assim para o diferenciar um pouquinho do que Jim Rohn chama “Filosofia”, a ver se não fica muito óbvio que eu copiei estas informações. A realidade é que não há nada de errado em copiar, especialmente se com isso vocês atingirem o sucesso que procuram, e, melhor, ajudarem outros a atingir o sucesso deles. Aliás eu recomendo: 

“Observem e copiem as pessoas que tiverem mais sucesso que vocês”. 

É disso que estamos a falar aqui: como é que se podem tornar os melhores copiadores. Como? Vamos ver.

Rui Gabriel

_______________________________________________

1 comentário:

mude.seu.futuro disse...

Clap, clap, clap, clap!
Parabéns!
É isto mesmo!
Fico verdadeiramente desconfortável quando vejo pessoas a justificar seus insucessos jogando a culpa em fatores externos.
Somos os únicos responsáveis pela nossa trajetória em direção ao sucesso, ou ao fracasso.