quarta-feira, 15 de outubro de 2008

És normal ou anormal?

Como é possível orientar as velas de forma diferente da maioria? O vento da pobreza diz que toda a gente deveria ser pobre mas algumas pessoas orientaram a vela da sua filosofia pessoal de forma diferente e disseram: “não, com este vento eu fico rico”. 

A maioria diz que é impossível não se deixar arrastar pelo vento, é ele é que leva as nossas vidas. Então é levada pelo vento da doença, dos preços altos, do fracasso. E o que é verdade é que estes ventos sopram na mesma direcção para todos, mas se souberes como orientar a tua vela podes viajar em direcção contrária à do vento, não importa o que diz a maioria, ela anda falida e doente de qualquer maneira! O vento pode soprar na direcção que quiser e tu também podes andar na direcção que quiseres. Isto é verdadeiro poder. É ter realmente o destino nas mãos. A forma como orientas a tua vela chama-se a tua filosofia pessoal, o teu sistema de avaliação, composto pelos livros que leste, os audio e videos que ouviste e viste, pelos cursos que frequentaste, pelas pessoas de quem copiaste. Se pensares um pouco, o vento da ignorância sopra na mesma direcção, o vento das críticas também. Este é forte, o vento das críticas. Quantas pessoas já foram afogadas pelas críticas! Criticam a minha forma de trabalhar? Sim. Criticam o meu uso da tecnologia? Também. Criticam o tamanho do meu escritório ou o meu carro topo de gama? Sim. E depois? Eu não tenho de ser levado pelo vento. Anota aí: tu não tens de te deixar levar pelo vento. 

O estranho deste vento, é que ele nunca irá soprar na direcção para onde vais. Isto é uma meteorologia estranha. Ele nunca soprará favorável, a não ser que te dirijas para o fracasso. O vento sopra sempre da riqueza para a pobreza. Não sopra nunca da pobreza para a riqueza. Por isso Jim Rohn diz: “riqueza é afastar-se da pobreza normal”. Reparam? “normal”. Por isso ser rico é o quê? “Anormal!” o vento sopra sempre na direcção da ignorância normal, da doença normal. O que é que há mais? Pessoas saudáveis ou pessoas doentes? Não é normal ficar doente aos 50? Aquele diz: “eu tenho 60 anos e sou doente” e todos dizem o quê? “ah isso é normal!” Agora... se tens 70 anos e estás saudável, isso é o quê? Anormal! 

A pobreza é normal, ser negativo é normal. A escuridão é normal, gerar luz é que representa energia e esta não é eterna precisa de fazer um esforço permanente para vencer a escuridão. Porquê porque o escuro é que é normal. O vento da escuridão está sempre a soprar. A escuridão gasta quanta energia? Nenhuma. A negatividade gasta quanta energia? Nenhuma. Está aí à coca, à espera que nós baixemos a guarda. 

Sabem o que aconteceria se não houvesse sol? Tudo estaria congelado e tudo morreria. O universo tem o frio normal e encontrar calor é anormal, requer esforço e trabalho. Por isso o sucesso não é normal. Os ventos das críticas, dos inimigos, do desemprego, dos salários baixos, das necessidades sopram todos na mesma direcção, assim como o vento da falta de apoio, empresas fechadas, pessoal mandado embora, tudo isto vai na mesma direcção. 

Então como é possível em 2 anos, 5 anos ou 10 anos conseguires ficar completamente imune à direcção do vento? Corrigindo a tua filosofia. Orienta a tua vela numa direcção diferente. Isso foi o que eu fiz. Eu disse: “esse homem tem razão! É verdade toda a gente anda ao sabor do vento! Mas eu quero ir numa direcção diferente”.

Como é que orientas a tua vela? Começa por ler os livros, a fazer os cursos, a ouvir os audios e a ver o videos, até que lentamente começas a ir no sentido oposto ao do vento normal. Vês toda a gente a ir a direcção contrária e dizes: “Hei! Vocês estão a ir na direcção errada!” e eles dizem: “Não! Tu é que vais errado!” “Está bem, daqui a pouco vamos ver quem está errado”.

O que é que vocês pensam que eles dizem quando eles estão na praia e vocês estão num curso ao fim de semana? Pensam: “mas são malucos, ali fechados numa reunião! Numa crise destas e dizem que querem ganhar um milhão de euros”. Por falar nisso, todos vocês deveriam ter a meta de ganhar um milhão de euros. O vosso primeiro milhão! Há um livro que se chama “O Meu Primeiro Milhão” e aí está escrito que 40 pessoas atingem essa meta todos os dias. 40 todos os dias! A pergunta é “quando é que vais ser um desses 40? Não seria uma pena algum de vocês não chegar lá?


Rui Gabriel

_______________________________

www.omeunegocio.com/candidatura

Sem comentários: